26 janeiro 2017

A força da gravidade


Eu gostava de saber andar de patins. Acho sempre que as pessoas se divertem imenso e dá um ar tão fixe! "Ar fixe"?! Bem, pela escolha de palavras bem parece ser um recalcamento qualquer da minha infância, não?

Em 2010, uma das minhas resoluções era aprender a andar de patins. Comprei uns, em linha, pretos e rosa, duma linha de preços acessíveis da decathlon. O meu marido (na altura namorávamos há uns dois meses) disse que sabia andar de patins e que me podia ajudar.

Querido que só ele, comprou uns patins para ele também e proteções para mim: para os cotovelos, joelhos e mãos.
Disse ele que seria boa ideia irmos para o alcatrão, na rua da terrinha onde poucos carros passam. Naquela altura eu acreditava em tudo...
A rua parece a direito mas não é, tem uma certa inclinação.
Ambos estávamos de patins calçados.

Ora, duas pessoas de patins... nenhuma com grande estabilidade, portanto.
Numa estrada.
Inclinada.

O meu irmão e o meu pai que também estavam a ver estas condições reunidas, pegaram na câmara de filmar. Qualquer pessoa com dois dedos de testa veria que aquilo tinha tudo para correr mal.

E correu.
Não demorou mais que 30 segundos para eu cair no chão e levar com o meu namorado em cima (sim, também o consegui deitar ao chão). Claro que bati com toda a força com a cabeça no chão porque de todas as protecções existentes a única que o meu namorado não me trouxe foi um capacete.
Nunca tive um galo tão grande.
Os patins estão guardados desde então.

20 comentários:

  1. tive uns enquanto miúda mas nunca cheguei mesmo a andar sozinha.

    ResponderEliminar
  2. 7 anos depois, não é tarde para voltares a tentar!
    Eu tb gostava de saber andar de patins. Mas nunca me aventurei a tentar a aprender!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca é tarde é verdade mas eu percebi que não tenho muito equilíbrio para a coisa!

      Eliminar
  3. Ahahaha é por este tipo de relatos que sou muito medricas no que toca a aventuras destas xD Mas tens de lhes dar uma segunda oportunidade talvez...
    Adorei a forma como escreveste o texto - ligeiro, divertido.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez, num dia de maluqueira e com as MINHAS regras!

      Eliminar
  4. Se calhar devias arranjar um local plano e tentar de novo. Tu consegues. Força!

    Vamos seguir-nos? Gostei muito do teu espaço? :)

    ResponderEliminar
  5. Não tenho muito jeito para andar de patins, mas era algo que gostava de saber!
    Já estou acompanhar o teu blog!
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  6. Parece-me que a culpa é do teu namorado :P portanto, toca a comprar um capacete e a tentar de novo!! Eu andava em miúda, mas não muito... A minha mãe não me deixava ter uns patins, por isso comprei-os às escondidas quando estava em casa do meu pai x) Rebeldias... Agora, aqui, gostava de experimentar mais patinagem no gelo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sua rebelde! :)
      Devia mostrar este comentário ao meu marido porque ele continua a achar que foi o inocente da história!

      Eliminar
  7. Ahaha Eu por acaso nunca dei uma queda muito aparatosa de patins!
    beijinhos
    https://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Sempre achei muito giro mas sempre me meteu um pouco de medo, confesso!

    ResponderEliminar
  9. Por acaso sei andar de patins há muitos anos :) E ando bastante bem! Adoro mesmo.

    ResponderEliminar
  10. Eu já experimentei e se não fosse estar acompanhada tinha partido o nariz 😂

    ResponderEliminar
  11. Tens de voltar a tentar um dia destes! Mas não te esqueças do capacete eheh :) Eu nunca experimentei, mas confesso que agora fiquei com ideias :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se voltar a tentar um dia será certamente com todas as protecções e mais alguma!

      Eliminar
  12. Por acaso nunca me deu para experimentar... mas com as protecções adequadas... porque não experimentar outra vez...
    Ou então... uma patinagem diferente... no gelo... no Inverno... estamos completamente embrulhados em roupa... que nos amortece as quedas, por exemplo.
    Lembro-me de que aqui no Dolce Vita Tejo, por altura do Natal, sempre arranjam um ringue de patinagem no gelo, para miúdos e graúdos... é so um exemplo...
    Beijinhos! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  13. Quando era mais nova (bem, bem mais nova) adorava andar....primeiro de 4 rodas e depois em linha! Mas agora já nem me lembro como é ehehe
    Beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  14. Mas para aprenderes a andar não te podes lançar logo assim de uma vez, tem de ser aos poucos, numa estrada ou terraço a direito e onde te possas agarrar com facilidade.

    ResponderEliminar

Obrigada pela tua visita!
Já me visitaste nas redes sociais?
Facebook | Instagram
Ou então por aqui: cat.nemmaisnemmenos@gmail.com

/*pinterest hover button~