30 abril 2016

Ontem


Ontem estive numa "despedida de desempregada". Ou, trocando por miúdos, a festejar com as minhas amigas o último dia útil de desemprego de uma delas que (re)começa a trabalhar na próxima segunda-feira.

O que ela lutou e sofreu nestes meses de desemprego. O triste que é o aproveitamento das empresas nesta altura em que há tanta gente a tentar encontrar emprego. Bem sei que é a lei da oferta e da procura, mas isso é muito bonito de ver com números. Quando se vê com nomes, os nomes que nos são queridos, só nos faz revoltar com a crise e com a economia e com estes políticos e, sobretudo, com a justiça que não pune aqueles cujas infrações fazem mal à vida de tantos milhares de pessoas.

Parabéns S.!
Conseguiste e desta é que é!

10 comentários:

  1. Muito obrigado :')

    Que boas notícias!!! Espero que lhe corra tudo pelo melhor nesta nova jornada :D

    NEW DECOR POST | Marie Roget Illustrations.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  2. Adoro o conceito "despedida de desempregada" ;) a maior sorte

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos os motivos são bons para fazermos uma festa :)

      Eliminar
  3. É muito triste a realidade de (des)empregos neste país.
    Que corra tudo bem para a tua amiga*

    ResponderEliminar
  4. tambem ando a procura e realmente nao e facil encontrar trabalho

    ResponderEliminar
  5. Que bom para ela! Muita sorte para o seu novo emprego!

    ResponderEliminar
  6. Sem dúvida que há empresas que se aproveitam do facto de haver pessoas que têm de se sujeitar a horários e salários precários. Infelizmente é a realidade que temos!
    Quanto à tua amiga, parabéns, que seja o início de um longo percurso de trabalho!

    ResponderEliminar
  7. Boa! Parabéns para ela e boa sorte :)

    ResponderEliminar

Obrigada pela tua visita!
Já me visitaste nas redes sociais?
Facebook | Instagram
Ou então por aqui: cat.nemmaisnemmenos@gmail.com

/*pinterest hover button~