23 novembro 2015

Tradição de Natal


É uma tradição que comecei há três.

Andava super ocupada porque tinha até ao fim de Dezembro para terminar e entregar a tese de
mestrado. Mas parece que é nesses momentos de stress que temos mais ideias e mais vontade de fazer coisas diferentes. E assim foi: mandei um e-mail a alguns amigos a propôr que nos juntássemos para comprar um cabaz de produtos alimentares para oferecer, nesse Natal, a uma família que precisasse. A adesão foi superior ao que previa e conseguimos juntar 250€ e fazer 5 cabazes. Entrámos em contacto com a Associação Auxílio e Amizade que se disponibilizou para nos identificar cinco das famílias sinalizadas que ajuda e as chamar às suas instalações para que pudéssemos entregar em mãos os cabazes alimentares.

Foi uma sensação óptima! Com tão pouco, fizemos a diferença para tantas pessoas! Em 2014 voltei a encetar duas iniciativas (no total das duas arrecadámos quase 1.200€).

Este ano, já comecei a recolha de donativos. A adesão está a ser mais fraca do que tem sido habitual mas não importa! Nem que se consiga fazer apenas um cabaz, será uma contribuição positiva! O mais difícil destas iniciativas é mesmo a parte da logística! Na última vez, comprámos mais de 120 pacotes de leite, 180 pacotes de massa e 180 enlatados, só para terem noção. A minha opção tem sido fazer as compras on-line e pedir a entrega directamente nas instalações da Associação, um dia antes da entrega. Na AAA facilitam-me imenso estas questões: há sempre alguém disponível para receber as compras e para nos abrir as portas mais cedo no dia da entrega para termos tempo de montar os cabazes antes das famílias chegarem para os receberem.

No final, conto-vos como correu o Natal Amigo deste ano!

9 comentários:

  1. Fogo que excelente ideia! Parabéns um gesto muito bonito. Espero que este ano corra ainda melhor que os anteriores.

    ResponderEliminar
  2. é uma excelente iniciativa! parabéns para ti por seres tão solidaria!

    ResponderEliminar
  3. espectacular, os meus parabéns por esse coração enorme, esta altura custa mais para algumas famílias,, eu costumo fazer uma caixa com produtos de higiene um para homem outro para mulher e dou numa instituição aqui do Porto para os sem abrigo abrirem na noite de natal!!
    beijinhos
    http://belezademulheremae.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Ideias amravilhosas amei blog lindo sucesso,
    tenha uma semana abençoada.
    Novo Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=06avCiMDYGA
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  5. Faço parte de um Projecto Solidário que faz o mesmo. A sensação é fantástica.

    ResponderEliminar
  6. Que ideia linda :) adorei. Ando a magicar algo semelhante mas não com comida, vamos ver se consigo realizar este ano. Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Bem bonito!
    Coloca aí uns frangos!
    Uma vez comprei alimentos para uma mulher emigrante, tipo cigana, que estava a pedir à porta do supermercado. Ela mal sabia falar o português, só acenava com a cabeça. Mas soube olhar bem para o que lhe tinha levado (comida que não estraga rápido) e disse: "frango".
    Lol. Como podia ter-lhe levado frango se, até onde sabia, ela morava na rua, não tinha casa, nem fogão, nem tachos ou panelas, nem água? Ia cozinhar o frango como? Até perguntei se tinha panelas, mas ela não soube responder e meteu o que lhe ofereci num saco. Naquele supermercado só existia frango cru, não existe assado. Mas acho pertinente, que haja carne num cabaz de viveres. Nesse caso de famílias, decerto que têm onde o confecionar pelo que podes oferecer por assar ou assado :D

    ResponderEliminar

Obrigada pela tua visita!
Já me visitaste nas redes sociais?
Facebook | Instagram
Ou então por aqui: cat.nemmaisnemmenos@gmail.com

/*pinterest hover button~